Experiências

Vou falar de fé. Fui criada numa família grande, pai, mãe, irmãos, irmãs, tios, tias, avós…Minha família tinha suas raizes nas nacionalidade paraguaia , espanhola, latina, portanto a fé congregada seguia esse padrão. Não era fria, de ritos apenas.
Porque digo isso? Porque é uma fé intensa, exagerada, dramática. Tanto para nos amedrontar com os pecados, como para nos conquistar com as graças. Éramos católicos. Íamos à missa, guardávamos os dias Santos, enfim.
Sendo assim desde sempre me apeguei a fé. Ao meu jeito. Épocas de intensidade, épocas de alheamento. Mas nunca de negação ou dúvida. E hoje, aos sessenta e cinco anos, eu tenho a mais absoluta certeza que a fé foi o alicerce que me permitiu chegar até aqui.
Gostaria muito que os mais jovens, e mesmo os adultos, idosos ou não, se deixassem conquistar pela fé. Amar, perdoar, agradecer! O mundo tem muitas coisas boas…o progresso, as belezas, as invenções tecnológicas, e tantas outras coisas…mas o prazer, o deleite na posse de bens materiais, o prazer da boa mesa, as viagens, o convívio com amigos e família, tudo, mas tudo mesmo fica melhor se vc tiver a fé em Deus, como pilar da sua vida! O Divino, o Absoluto, a Luz…Deus! Eu sou feliz, eu tenho fé! img_1296

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s