Estranhezas…

Almas.

Almas rasas, almas profundas. Almas quietas, almas inquietas.
Almas glutonas. Ou seriam corpos glutões? Almas machucadas, doídas, que são só percebidas. Almas irmãs, almas curiosas.
Ao nos encontrarmos para um almoço coletivo temos uma infinidade de providências. Depois de tudo providenciado, aí é só curtir, conversar, rir, comer, beber. Ou ver as almas.
É desonesto? É como olhar pelo buraco da fechadura? É pretensioso? Creio estar aí uma boa pergunta.
Quisera ser eu uma alma bebê!
Sim! Só uma alma bebê não se deixaria perceber, não por malícia ou subterfúgio.
Mas pela inocência de ainda estar mais desnuda que oculta Por sua fragilidade só veríamos a sua inocência, sua confiança, sua entrega a pai e mãe.

E esta alma que escreve? É maldosa, é curiosa, é o quê, afinal?
— Minha Coultch venha cá!
— Você que aprendeu os gatilhos ( sem ter revólveres), que sabe construir pontes ( sem ser engenheira), que investiga( sem ser policial) venha aqui me orientar!
— Não me deixe aqui sozinha não! ( Sem ser letra de música sertaneja)!

Voltando ao almoço coletivo percebo nas pessoas esse cuidado e inadequação talvez.

O isolamento social está completando um ano. As vezes intenso, outras vezes mais frouxo, e nunca mais houve um viver normal entre as pessoas.
Então é natural que os convívios estejam estranhos. Existe como uma desconfiança quando nos encontramos. Uma interrogação em nossos rostos em relação ao encontro que antes era divertido e prazeroso.
“Será que estão mesmo se cuidando? ”

“É verdade que eles não saem e abriram exceção só por esta vez?” Essa é a pergunta oculta.

Fazer o quê? Viver enquanto estamos aqui. Com todos os cuidados preconizados.

E rezar, crer e confiar que nossas medrosas almas sejam merecedoras da misericórdia de Deus.

Publicado por blogdadivinablog

Me autodenominei Divina, Perfeita e Maravilhosa. Não é por vaidade e sim porque acredito que foi assim que Deus nos criou: à sua imagem e semelhança. Mesmo que humanamente isso pareça impossível, ao expressar minha crença me sinto bem. Busco o melhor sempre. Tenho fases, sou de Libra e isso ajuda a explicar minhas qualidades e meus defeitos. Amo a vida, minha família, meus amigos. Estudei bastante, sempre gostei de ler, li romances, documentários, biografias...mas minha maior bagagem é de vida, pois sou intensa. Amo muito, preocupo-me muito, erro muito, e procuro muito acertar! Vou dividir com vcs um pouco da minha experiência de vida, neste espaço que considero meu "travesseiro virtual" e o convido a compartilhá-lo comigo. Venha?! Criei este blog em agosto de 2010 na plataforma blogspot. Posteriormente o trouxe para o WordPress . Agora em 2021 estou agregando-o ao meu site asdivinas.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: