Verdades Ocultas

 

— Então amor, o que você me diz? – perguntou Adriano com a caixinha das alianças aberta na sua  mão.

Ele não demonstra, mas seus lábios secos, sua voz com um pouquinho de agudo no tom, e um leve altear de uma sobrancelha  que eu conhecia bem, foram os sinais do nervosismo que ele tentava disfarçar.

— Ah Adriano, por quê você se coloca nessa situação? – pensei.

— Vou tentar uma  maneira de acabar logo com o nervosismo de Adriano – pensei.

Cheguei bem pertinho e tasquei-lhe um beijo cinematográfico! Adriano refez-se da surpresa e abriu um enorme sorriso.

— Isso quer dizer sim, Flavia?

— Quer dizer sim, Adriano! Sim pra eu te amo e sim para eu quero passar o resto da vida com você.

O restante da noite foi perfeito, Adriano feliz da vida, eu também, claro. Só que cada um sabia de uma verdade.

Eu sabia que sairia do meu apartamento duramente conquistado, alegremente decorado, friamente mantido sem hipoteca nem divida, a custa de muitos plantões e venda de parte das minhas férias, quando nós tivéssemos a nossa casa própria.

Adriano sabia que me perguntou se eu o amava e se queria passar a vida ao seu lado e que minha resposta fora sim. Essas eram as nossas verdades.

Quando e como elas seriam confrontadas, eu deixei para pensar depois.

Na segunda-feira entrei em minha roda-viva de plantões e atendimentos, uma vez que eu trabalhava em tres unidades hospitalares. Ligar e deixar recado era comum a Adriano, pois ele sabia que meu trabalho não era como de um escritório ou algo do tipo.

Ele por sua vez precisou viajar para implantar o projeto de informatização, em uma grande unidade da empresa em que trabalhava. Era uma empresa internacional e seu trabalho incluía dar cursos e treinamentos.

Treinar os engenheiros e lideres não teria dificuldades, pois todos falavam vários idiomas. 

Já para o pessoal da produção o treinamento demandaria mais tempo, com as  traduções de manuais, tanto dos equipamentos, como dos processos.

Passados tres meses da noite das alianças, em uma das vindas de Adriano ele me perguntou:

— Flavia, nosso prazo está chegando, vamos acertar nossas agendas porque eu quero pelo menos quinze dias em nossa viagem de lua de mel.

— Que prazo, Adriano? – eu perguntei

— Ele me olhou de uma forma carinhosa e me disse: Do nosso casamento, claro!

— Olhei pra ele com um ar interrogativo e disse:

— Quando você vai me levar pra conhecer?

E ele: — Conhecer? Do que você está falando?

— Da casa, Adriano! Da nossa casa! Você se lembra quando combinamos que nos casaríamos só quando tivéssemos nossa casa própria?

— É uma surpresa, amor? Uma surpresa linda, como foi o par de alianças que você trouxe daquela sua viagem?

Adriano ficou pasmo, com o sorriso congelado no rosto.

Estamos noivos há tres anos…

Publicado por blogdadivinablog

Me autodenominei Divina, Perfeita e Maravilhosa. Não é por vaidade e sim porque acredito que foi assim que Deus nos criou: à sua imagem e semelhança. Mesmo que humanamente isso pareça impossível, ao expressar minha crença me sinto bem. Busco o melhor sempre. Tenho fases, sou de Libra e isso ajuda a explicar minhas qualidades e meus defeitos. Amo a vida, minha família, meus amigos. Estudei bastante, sempre gostei de ler, li romances, documentários, biografias...mas minha maior bagagem é de vida, pois sou intensa. Amo muito, preocupo-me muito, erro muito, e procuro muito acertar! Vou dividir com vcs um pouco da minha experiência de vida, neste espaço que considero meu "travesseiro virtual" e o convido a compartilhá-lo comigo. Venha?! Criei este blog em agosto de 2010 na plataforma blogspot. Posteriormente o trouxe para o WordPress . Agora em 2021 estou agregando-o ao meu site asdivinas.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: