SONHOS

As colinas faziam parte dos dois sonhos. Na verdade, não eram propriamente colinas. Havia longos trechos planos, algumas pedras ou rochas que formavam os aclives, e novamente a planície.

O proprietário da primeira casa escolhera a parte plana ao fundo do terreno para construir o casarão. Sendo assim, havia uma  alameda em suave relevo que levava ao portão principal. O jardim era enorme, o gramado impecável e  os canteiros de flores de variadas cores ornamentavam  a amplitude e beleza do verde gramado que reinava absoluto desde a casa até o grande portão branco da entrada.  Não havia plantas altas que escondessem a visão magnifica do jardim  tanto para quem estava no interior da residência, como para quem chegasse ao portão desta. O jardim convidava à  contemplação da natureza em seu esplendor, não havia fontes, nem desenhos geométricos como nos jardins de Versalhes.

A forma, o projeto regular perdeu seu lugar para o jardim paisagem, mais natural, claro que com o cuidado e capricho dos jardineiros.

A casa era de uma beleza simples com seu telhado ocre, suas paredes brancas e os arcos que formavam uma varanda estreita em toda a sua volta. 

Cozinha, sala de jantar, biblioteca tinham largas portas laterais que abriam para o jardim, e eram de fácil acesso. Os móveis eram escuros,  de madeira nobre e finamente entalhadas com arabescos e flores.

A cozinha lembrava aquelas medievais, com muito cobre nos utensílios que brilhavam pendurados em prateleiras abertas.

A poucos metros dali, um lindo caramanchão com todo o conforto de mesa de chá, poltronas, tapetes e almofadas demonstrava ser um lugar de convívio feliz e festivo.

Essa foi a visão que tive. Foi tão real que passei os dedos para sentir os pequenos tachos que ornamentavam os espaldares das cadeiras. E senti.

Da outra residência eu não vi o interior. Sei que a porta ficava ao canto e não no meio da construção. Saindo da porta  um degrau, e logo uma calçada estreita, de  pedras, ornamentada por plantas assimétricas em toda a sua extensão.

As plantas pareciam ter nascido e se misturado naturalmente, flores vermelhas escuras, azuis, laranjas, amarelas, lírios, desciam serpenteando em volta da alameda de pedra. Quem estivesse descendo, ao virar para trás via  a casa branca   no plano mais alto do terreno,  e o olhar   perdia-se em um campo que a abraçava e era tão perfeito que parecia um campo de golfe.

Ao continuar descendo, à direita via-se uma linda pontezinha de madeira, ladeada  de arbustos chamados de bambu de jardim e samambaias   variadas, em uma profusão de vários tons de verde,  digna de um quadro.  

Já se podia ouvir o burburinho  que logo se veria em um riacho de agua cristalina, com múltiplos peixinhos coloridos que passeavam sobre as pedras logo abaixo da superfície. O ar parecia diferente. Acreditei que ali era o Paraíso! Não precisei tocar em nada.

M.Elza

Publicado por blogdadivinablog

Me autodenominei Divina, Perfeita e Maravilhosa. Não é por vaidade e sim porque acredito que foi assim que Deus nos criou: à sua imagem e semelhança. Mesmo que humanamente isso pareça impossível, ao expressar minha crença me sinto bem. Busco o melhor sempre. Tenho fases, sou de Libra e isso ajuda a explicar minhas qualidades e meus defeitos. Amo a vida, minha família, meus amigos. Estudei bastante, sempre gostei de ler, li romances, documentários, biografias...mas minha maior bagagem é de vida, pois sou intensa. Amo muito, preocupo-me muito, erro muito, e procuro muito acertar! Vou dividir com vcs um pouco da minha experiência de vida, neste espaço que considero meu "travesseiro virtual" e o convido a compartilhá-lo comigo. Venha?! Criei este blog em agosto de 2010 na plataforma blogspot. Posteriormente o trouxe para o WordPress . Agora em 2021 estou agregando-o ao meu site asdivinas.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: