Roda,roda…

http://www.instagram.com/p/COZ0STOBN2Y/ Desde que eu vi essa roda gigante multicor eu me encantei por ela. De um cantinho da janela da minha cozinha eu a olho e a acho muita serena…delicada…de uma beleza colorida e um rodar calmo que quase me hipnotiza. Fico feliz quando encontro belezas inesperadas como nessa roda gigante tão despretensiosa em suaContinuar lendo “Roda,roda…”

Depressão

““Preguiça demais às vezes é depressão. Conheça os principais sintomas: ISOLAMENTO – fique atento aos exageros da introspecção. MELANCOLIA – uma pontinha indefinida de tristeza durante 15 dias ou mais. DESINTERESSE – a falta de entusiasmo para coisas boas da vida, como se divertir e namorar, deve acender uma luzinha. ESTRANHAMENTO – sensações que dificultamContinuar lendo “Depressão”

Ainda sobre os cuidados…

Não sou chata, sou atenta. E sou sua amiga. Por isso divido minhas descobertas, mesmo que elas pareçam óbvias! Sabe , a gente tem muitas coisas na cabeça, quanto mais idade temos mais nosso deposito de lembranças, conhecimentos, pessoas, assuntos se acumulam. Então, às vezes, alguém nos dá um toque de algo útil que naqueleContinuar lendo “Ainda sobre os cuidados…”

CuidadosxCarinhos

Um carinho faz bem. Um cuidado também! E quando o carinho e o cuidado são escolhas conscientes e se aplicam a você mesmo, a sua pessoa? Nesses casos eu acho um grande exemplo de amor-próprio, além de uma necessidade mesmo de sermos responsáveis por nosso bem estar, até quando isso for possível. Não é porContinuar lendo “CuidadosxCarinhos”

Descobertas

Parece incrível descobrir já na idade madura características que não tínhamos. Ou será que tínhamos e não percebíamos? Ou será que desenvolvemos agora na terceira idade? Amigos(as) vamos prestar atenção, antes que vire mania e pior, vire defeito! Você já reparou naquele seu amigo que tudo ele quer que você repita? Pode ser muitas coisas:Continuar lendo “Descobertas”

Reencontro

Nos reencontramos neste final de semana. Quem? Amigos de quase 40 anos de amizade e convivência, novos colegas que provavelmente se tornarão amigos, filhos dos amigos, amigos dos filhos, até o mais novo integrante do grupo, o Enzo, com três meses esteve nesse encontro. Da vida o que se leva é o amor dado eContinuar lendo “Reencontro”

Grupo II

Ainda sobre os grupos, também tem o grupo de watss da Família. Filhos, genros e netos. Não é um desses grupos de bom Dia, boa noite e repasse dessas frases motivacionais ou posts prontos que existem aos montes por aí! Nosso grupo familiar é interativo. Ocasionalmente eu faço chamada, tipo escola mesmo: lista de chamada:Continuar lendo “Grupo II”

Coisas, tralhas, objetos…

Estou de casa nova. Não é uma novidade…já que diferente do meu eu interior, o meu eu externo é adaptável à mudanças. Já falei sobre isso num post anterior, quando deixei uma casa sonhada e construída por mim e para mim. Então o que há de novo agora? Ahhh, sempre me deparo com algo aContinuar lendo “Coisas, tralhas, objetos…”

Viagens

Um pedacinho de mundo jamais sonhado. Assim foi Las Vegas! Mas, mais do que o lugar, a frenética cidade louca, os jovens aos bandos, os idiomas de vários países, o ritmo alegre e fervilhante das ruas, shopping, lojas, cassinos, os outdors, e tudo que me deslumbrou em luzes e espetáculo, MAIS DO QUE TUDO, LasContinuar lendo “Viagens”

Pequenas histórias III

Hoje estou deveras em determinado período do passado… O que me conforta dos sentimentos conflitantes que vivi nessa época é que anos depois, já vivida e madura fui testemunha de que a divisão de sentimentos, o conflito entre o que é e o esperado não foi um sentimento só meu, por ser muito nova, etc…ViContinuar lendo “Pequenas histórias III”

Pequenas histórias II

E quando eu li o Pequeno Príncipe ? Que doçura, que carinho na alma aquele pequeno príncipe me fez? Foi também no período “vc se casou, tem uma filha, é adulta, tem marido, obrigações domésticas e maternais, e a vida é esta! Como absorver algo tão acima da minha mente quase infantil e sensível? SemContinuar lendo “Pequenas histórias II”

Fragmentos

Fragmentos…de dor, de amor, de desamor, de emoção, de vida, enfim. Assim foi meu final de semana que teve a dor da partida da esposa de um amigo, a emoção juvenil dos noivos que disseram sim e que contagiou os jovens corações dos meus netos e mesmo que eu custasse a admitir o meu calejadoContinuar lendo “Fragmentos”

Descobertas!

Meu neto Júnior de sete anos disse uma vez: como Vovó é bobinha! Eu não me importei porque ele fez uma constatação carinhosa, por eu não entender um joguinho que eles estavam jogando. Hoje descubro que na verdade estava “bobinha” em muitas outras coisas. Quando decidi escrever um blog sobre aposentadoria e terceira idade foiContinuar lendo “Descobertas!”

Natal

Gosto do Natal. Não vejo sentido em festejar o Ano Novo. Na realidade não tive esse costume em minha infância e não o assimilei na vida adulta. Na minha visão o Ano Novo é mais uma ilusão de que as coisas melhorem, que o peso diminua, que o corpo fique malhado, como se num passeContinuar lendo “Natal”

Viajar

Viajar é dar férias para o consciente. Acordar em outra cama, outra cidade, olhar pela janela de outro quarto, curtir o descompromisso. Os transeuntes estranhos, as crianças em uniformes que vc não conhece, a pressa dos outros. Nossa! Isso é muito bom! Viajem! Viajem logo, antes que a sua bagagem fique muito pesada. Antes queContinuar lendo “Viajar”

Como estou?

Estou vivendo o dia a dia. Tenho sempre uma descoberta, uma constatação, uma indagação, e quando quero me poupar, também faço cara de paisagem, algo do tipo “nem sei do que estão falando”. Este espaço é meu “travesseiro” virtual e a ele recorro quando sinto necessidade de me analisar, me consolar ou “verbalizar” comigo mesma.Continuar lendo “Como estou?”

Dias de Sol.

Pela fresta da porta do meu quarto vejo que já amanheceu…que bom, tenho mais um dia para viver! Abro a porta e sinto a brisa, meu pendente se balança com um suave tilintar, os pássaros voam alvoroçados, acho até que tem um ninho na cumieira da garagem. Um lindo dia de sol me convida aContinuar lendo “Dias de Sol.”

Viva a Sexta-feira!

Hoje é sexta-feira e só por isso a humanidade respira mais feliz! Ainda que você não seja de baladas, a sexta-feira tem seu poder. Ela tem o poder de sinalizar com uma trégua no dia a dia, nada de escolas dos netos, nada de consultas, academias, compromissos diversos. Mesmo que vc não vá fazer nadaContinuar lendo “Viva a Sexta-feira!”

Futilidades

Preciso escrever sobre futilidades! E na verdade, não sei o que seriam futilidades. Alguém pode me esclarecer? Não lhes parece que futilidades são pessoais? Individuais? Exemplo…uma pessoa que vive de forma precária, comendo frugalmente por falta de recursos, mas compra a melhor e mais cara ração para o seu gato poderia se dizer Dela queContinuar lendo “Futilidades”

Retalhos…

Publicado originalmente em BLOG DAS DIVINAS:
Retalhos de recordações…Graças a Deus sou forte, sou guerreira, sou abençoada. Sendo assim, meus retalhos de memórias não são pesados, não me ferem, não me impactam negativamente. Sou espectadora deles. É bom vc olhar para uma casa velha caindo aos pedaços e só enxergar  que tinha um gramado na…

Retalhos…

Retalhos de recordações…Graças a Deus sou forte, sou guerreira, sou abençoada. Sendo assim, meus retalhos de memórias não são pesados, não me ferem, não me impactam negativamente. Sou espectadora deles. É bom vc olhar para uma casa velha caindo aos pedaços e só enxergar  que tinha um gramado na frente, que havia cadeiras onde euContinuar lendo “Retalhos…”

Algodão Doce

Existem pessoas que somam os números das casas da rua por onde passam. Tem outros que só pisam nos mosaicos pares. Há os que começam o banho por determinada parte do corpo, enfim, há diversas manias, pois,  como diz o ditado “de médico e de louco, todo mundo tem um pouco.” A minha loucura é Continuar lendo “Algodão Doce”

Viva El Chile!

Estou em Santiago do Chile. O que essa cidade fala à minha alma? Primeiro, que sou da América Latina, que minhas raízes são deste lado do mundo, porque me sinto confortável aqui, como quando se calça um chinelo usado ou uma roupa de ficar em casa. É uma sensação familiar, de aconchego. Segundo, que descobrirContinuar lendo “Viva El Chile!”

Purpurina!

Imaginem purpurina caindo e esvoaçando sobre esse texto! Imaginem mais, fogos de artifício explodindo, uma festa das letras, das palavras, dos textos, das fotos, enfim. Sim, assim  é minha estreia em meu novo blog: O BLOG DA DIVINA Divina porquê? Não porque  tenho olhos verdes…rsrsrsr. Mas, especialmente, porque acredito que TODOS somos Divinos, Perfeitos eContinuar lendo “Purpurina!”