Acabou o carnaval…

Vamos encarar o ano de 2019…este ano farei 67 anos. Cronologia abstrata…tudo depende do meu espírito. É ele que determina minha idade. Às vezes tenho 12 anos, outros dias sou uma jovem, a jovem que não fui… a juventude que eu mesma roubei de mim…noutros sonho com o mundo ao qual retornarei na minha crençaContinuar lendo “Acabou o carnaval…”

Para 🤔

Fiquei pensando sobre algo que observei em nossa festa de amigo oculto, neste Natal. Tenho na família sete crianças, entre 7 e 14 anos, e no grupo mais umas três ou quatro crianças filhos dos amigos, dos convidados. Observei que quando as crianças descreviam seus amigos ocultos, uma das características que três ou quatro disseramContinuar lendo “Para 🤔”

Piscinas vazias

Que tristeza me dá ver as piscinas vazias! Não, não são piscinas sem águas. São piscinas sem gente! Sem jovens, sem crianças, sem adultos rindo, sem nada e ninguém!  Porque fico triste? Porque sei que o sonho de consumo de mais da metade das famílias da minha cidade seria ter uma piscina para se refrescar,Continuar lendo “Piscinas vazias”

Segunda-Feira

Ah, segunda-feira…você já foi meu amor e ódio, minha alegria e minha tristeza, oh, se foi! Hoje nós somos amigas! Amigas, sim. Amigas, porque a semana recomeça, vou a clínica, faço exercícios físicos, fisioterapia respiratória, reencontro os “colegas”, colocamos as novidades ou notícias em dia, nos animamos e volto para casa com energia renovada. Ah,Continuar lendo “Segunda-Feira”

Terceira Idade

Não consigo entender esse nome. Porque terceira? Quem dividiu a vida dessa forma? Não sei… deve ter estudos, pesquisas, evidenciando essas etapas… eu não me aprofundei nessa questão. A mim interessa o ser humano… a idosa, o idoso. Penso neles, sou um deles, sinto como eles. E me surpreendo sempre. Tem os que se entregam,Continuar lendo “Terceira Idade”

Experiências

Vou falar de fé. Fui criada numa família grande, pai, mãe, irmãos, irmãs, tios, tias, avós…Minha família tinha suas raizes nas nacionalidade paraguaia , espanhola, latina, portanto a fé congregada seguia esse padrão. Não era fria, de ritos apenas. Porque digo isso? Porque é uma fé intensa, exagerada, dramática. Tanto para nos amedrontar com osContinuar lendo “Experiências”

Mundo Volátil.

Interessante como as redes virtuais não nos deixam cair na rotina. A comunicação é instantânea, os assuntos são variados, as opiniões são dadas sem nenhum constrangimento. No entanto , o colóquio, a conversa, o olhar nos olhos, o cuidado ao falar, vai ficando mais escasso.É muito estranho isso. Nos comunicamos veementemente pelo waths, mas nãoContinuar lendo “Mundo Volátil.”