Para 🤔

Fiquei pensando sobre algo que observei em nossa festa de amigo oculto, neste Natal.

Tenho na família sete crianças, entre 7 e 14 anos, e no grupo mais umas três ou quatro crianças filhos dos amigos, dos convidados.

Observei que quando as crianças descreviam seus amigos ocultos, uma das características que três ou quatro disseram sobre como eram e quem eram seus amigos ocultos era: ele é assim, ele é assado, não conheço muito, mas ELE TRABALHA, etc. Ou ela TRABALHA MUITO…

Ate agora estou procurando o sentimento ou motivo dessa observação.

O que pode ser?

 

Velho? Não!Experiente? Sim!

Gostei copiei e colei.

Os dez mandamentos da 3ª idade:
1º – Não se aposente da vida pra se tornar a praga da família. A vida é atividade, e o verdadeiro elixir da eterna juventude é o dinamismo. Não despreze as ocupações enquanto tiver energia para as lutas cotidianas. Se não tiver nada pra fazer, vá caminhar, passear no shopping, jogar baralho na praça.. qualquer coisa, menos aporrinhar os outros!

2º – Seja independente e preserve a sua liberdade, mesmo que seja dentro de um quartinho. Quem renuncia ao próprio lar, obriga-se a andar na ponta dos pés, pra evitar atritos com noras, genros, netos e outros parentes. Se possível more num flat para idosos, pois tem tv a cabo, internet, piscina, sauna, lavanderia, café da manhã servido na mesa, salão de jogos, sala pra ver tv com outros moradores – tudo incluído no preço… vc não paga água, luz, internet…e tem bastante gente pra conversar, fazer novas amizades…MELHOR USAR SUAS ECONOMIAS PARA TER UM RESTO DE VIDA FELIZ! NÃO ECONOMIZE NO ITEM “MORADIA”… a próxima vai ser a última e DEFINITIVA! Aproveite a penúltima com tudo a que TEM DIREITO!

3º – Mantenha o dominio da sua própria bolsa. Ajude os seus filhos financeiramente, na medida das suas posses; reserve uma parte para emergências. Tenha o melhor plano de saúde que puder pagar. Se vc depender de alguém Tá NO SAL!

4º – Cultive a arte da amizade como se fosse uma planta rara, cercando os familiares e AMIGOS de cuidados, como se fossem flores. Se a sua memória estiver falhando, anote numa agenda sentimental as datas mais importantes das suas vidas, e compartilhe com eles a alegria de estar presente. Como vc é um velho do século XXI, aprenda a mexer com a Internet: programe todos os aniversários em seu email… ele informará vc com antecedência….vc nunca esquecerá nada!

5º – Cuide da sua aparência e seja o mais atraente possível. Não seja um daqueles velhos relaxados, que exibem caspa na gola do paletó e manchas de gordura na roupa, que revelam o cardápio da semana. Nunca despreze o uso de água e sabão. Vá ao salão de beleza uma vez por mês, pelo menos: a moça vai fazer sua unha, seu pé, cabelo e barba…não tem preço ficar com ela te agradando por uma gorjeta! VISTA-SE COMO UM LORD! NADA DAQUELA BERMUDAS XEXELENTAS, MOLETONS ROSAS E SAPATINHOS DE VELHO…

6º – Seja cordial com os seus vizinhos. Evite implicar-se com o latido do cachorro, o miado do gato, o lixo fedorento na calçada ou o volume do rádio. Um bom vizinho é sempre um tesouro, especialmente se os parentes morarem distantes. SEJA ESPERTO: OUÇA MÚSICA COM FONES DE OUVIDO PARA SE LIVRAR DOS BARULHOS QUE TE CHATEIAM… UM FRANK SINATRA, JOBIM, CHARLIE PARKER, NAT KING COLE…ACALMARÃO VC E O FARÃO LEMBRAR DOS BONS TEMPOS…SEM SAUDOSISMO…SE ESTIVER DEPRESSIVO ATAQUE DE ELVIS, BEATLES, CREEDENCE, ROLING STONES, PYNK FLOYD …!

7º – Cuidado com o nariz, não se intrometa na vida dos filhos adultos. Eles são seres com cérebro, coração, vontade, e contam com muitos anos para cometerem os seus próprios erros. FECHE A MATRACA!

8º – Fuja do vício mais comum da velhice, que é a “presunção”. A longa vida pode não lhe ter trazido sabedoria. Há muitos que chegam ao fim da jornada, tão ignorantes como no início dela. FAÇA DE CONTA QUE VC NUNCA VIVEU NADA! EXPERIÊNCIA NÃO SE PASSA! FIQUE SÓ OBSERVANDO OS ERROS E NÃO SE META, A MENOS QUE ALGUÉM PEÇA A SUA OPINIÃO, RESISTA À VONTADE DE DA-LA…TUDO O QUE É DE GRAÇA, NÃO TEM VALOR!
Deixe que a “humildade” seja a sua marca mais forte.

9º – Os cabelos brancos não lhe dão o privilégio de ser ranzinza e inconveniente. Lembre-se de que toda paciência tem limite, e que não há nada mais desagradável do que alguém desejar a sua morte. Aprenda jogar xadrez, usar o WhatsApp OCUPE SUA MENTE COM OUTRA COISAS! *NÃO ENCHA O SACO DOS OUTROS*!

10º – Não seja repetitivo, contando a mesma história três, quatro, cinco vezes. Quem olha só para o passado, tropeça no presente e não vê a passagem para o futuro. FIQUE DE BOCA FECHADA E SERÁS UM SÁBIO! LEMBRE-SE QUE VC TEM DOIS OUVIDOS E UMA BOCA SÓ: ISSO NÃO É POR ACASO!

Isto posto, *BOM DIA* 😉

Piscinas vazias

Que tristeza me dá ver as piscinas vazias! Não, não são piscinas sem águas. São piscinas sem gente! Sem jovens, sem crianças, sem adultos rindo, sem nada e ninguém!  Porque fico triste? Porque sei que o sonho de consumo de mais da metade das famílias da minha cidade seria ter uma piscina para se refrescar, brincar, curtir, num sábado com os amigos ou num domingo com as famílias. E da minha janela As vejo tristes e vazias…Será que um dia já foram alegres? Será que um dia já viveram risos, correrias e saltos em suas águas? Será que foram palcos de festas em seus arredores? Não tem como eu saber. Só sei o que vejo e sinto: A Tristeza das Piscinas Vazias!

To com saudade…

Estou com saudade de escrever… Mesmo quando não estou postando minha mente está a mil. Pensei em tantas coisas, vi , ouvi , refleti , assisti , critiquei, aprendi, desaprendi…
Aí já viu, não é? Preciso escrever!
Vou falar agora de uma dor imensa que partilhei num dos grupos de terceira idade ao qual pertenço. Alguém colocou uma questão: qual o seu maior desafio? Nossa! Foi tantas dores, tantos amores desfeitos, tantas perdas partilhadas que precisei me precaver para não absorver as dores de alma que minhas colegas de vida e de jornada de terceira idade expuseram… Histórias antigas, outras sendo vivenciadas agora, pois praticamente se percebia que a pessoa deixava ali de lado o “ seu desafio” , e ia escrever naquele momento , um pouquinho da sua dor!
Qual a conclusão que tirei dessa experiência?
Poderia aqui escrever um monte de teorias, frases feitas de auto ajuda e tal, mas não . Não me atrevo a isso!
Apenas penso… e concluo que precisamos tirar os esqueletos dos armários , colocá-los ao sol, olhar para eles, se desfazer deles se for o caso e, principalmente nos permitir ser ajudadas nesse processo!
Terapias, Florais, Amigas, Fé, Religião, Resolução, seja qual for a ajuda por vc escolhida, saiba, que isso será a melhor resposta ao grande desafio que hoje deve ser nosso compromisso: Viver essa etapa da vida da forma mais leve e mais feliz possível! B57271EB-74F6-4BA3-B4A5-0D8ADDB303CF

Reencontro

Nos reencontramos neste final de semana. Quem? Amigos de quase 40 anos de amizade e convivência, novos colegas que provavelmente se tornarão amigos, filhos dos amigos, amigos dos filhos, até o mais novo integrante do grupo, o Enzo, com três meses esteve nesse encontro. Da vida o que se leva é o amor dado e o amor recebido. Amor que se percebe nos detalhes de quem arruma o local para nos reunirmos, amor dos esposos e esposas que embora não tenham trabalhado conosco, nos conhece pelo nome, sabe quem somos e respeita nossa amizade, participa dela, se alegra com nossa alegria de estarmos juntos. img_0829
Se as pessoas tivessem mais interesses em reencontros pessoais, do que em mídias sociais, todos teriam a ganhar, com certeza! A vida é breve e não podemos deixar para amanhã, o encontro que poderia ser hoje!

As aparências não enganam…

Eu nunca valorizei maquiagem… quando jovem minha imagem me bastava: Pele Morena jambo, olhos verdes, cabelos castanhos escuros… Uau!!! Que gata que eu era! Bom, os anos foram passando, a pele escureceu com as manchas, passei a pintar o cabelo , os olhos continuam verdes, mas as rugas, as verruguinhas, as olheiras, tudo se acentua e chama mais atenção que a cor dos meus olhos! Pois bem, um dia fui cedinho a casa da minha filha, e a vizinha dela estava ali por fora, no condomínio, naquela troca de bom Dia e tal. Olhei para a senhora e a notei maquiada, pele levemente rosada nas faces,batonzinho nos lábios, sobrancelha arrumada, cabelos idem. Uma pessoa agradável de se olhar. Ahhh, foi aí que me deu um insight: preciso começar a me maquiar: o mundo não merece olhar para um rosto já “passado nos anos” ao vivo e sem cores! E viva a maquiagem! Por nós e por todos que nos veem!

Compartilho este post da página Envelhecer com Estilo 👇👇👇

Falando de Imagem, sabemos que depois dos 40 anos, o cuidado com a pele, tem que ser redobrada, por isso perder alguns minutos logo pela manhã, vai melhorar sua autoestima e conquistar um visual saudável com uma pele uniforme, vem um frescor! O cabelo perde a cor, cabelo longo, já não favorece mais o rosto, da uma aspecto de cansaço,( precisa rever) a sobrancelha precisa de retoque, os olhos precisam de pelo menos rímel e corretivo para tirar o cansaço, a pele um protetor solar no tom da sua pele, o blush suave na maça do rosto e uma cor nos lábios completa em harmonia sua imagem. Com esse cuidado toda mulher fica bem com sua aparência.portrait-model-studio-lighting-37610

Foco

Sou blogger. Sou? Bom, escrevo em um blog e tenho total liberdade de falar sobre o que me chama a atenção ou me surpreende ou me inquieta. E quando isso começou? Há muitos anos eu já escrevia…aos doze, treze anos, olhando as luzes da cidade próxima de onde eu morava ( Jardim e Guia Lopes) eu imaginava o mundo e o que havia nele e pronto: tinha que escrever! Depois, casada, com filhos, e já sabendo o que “havia no mundo”, novamente precisava escrever… e assim foi minha vida toda. Minhas agendas eram muito mais meus diários do que anotações práticas. Mas agora que a Internet me proporcionou falar não só para mim mesma, mas ao mundo, (pode ser sim, ao mundo!) procuro colocar um foco naquilo que fiz sempre por mim e para mim.

E nesse foco está em primeiro lugar a terceira idade e a vida pós trabalho. A vida sem compromisso de aposentada. Fui buscar a etimologia dessa palavra e me assustei: viver em seus aposentos!

Como assim? Ah não…isso foi antes, há muito tempo atrás. Hoje vivemos outras épocas…

Sendo assim tenho ou não tenho que escrever, dividir, rebelar, relevar, e opinar sobre isso? Não tive dúvidas que sim!

Nesse momento criei o Blog da Divina, que é meu travesseiro virtual, minha antiga agenda, mas que hoje divido com quantos o queiram dividir comigo, no intuito de compartilhar minhas percepções, minhas descobertas, as boas práticas para um envelhecer saudável, em viver essa nova etapa da vida onde sempre procuro manter a positividade e a alegria de viver.

Sim, esse é HOJE , o meu FOCO!